Centro de Suporte

Código de Hash no QR-Code difere do calculado

Última atualização: Aug 18, 2016 10:49AM BRT

Erro: 

Erro ao enviar uma NFC-e: Codigo de Hash no QR-Code difere do calculado


Ocorrência/causa:

A partir do dia 01/12/2015 entrou em vigor na Sefaz para NFC-e, a NT 2015/002 onde agora é obrigatório o envio dos códigos necessário para a geração do QR-Code.
 

O CSC corresponderá a um conjunto de, no máximo, 36 caracteres alfanuméricos, sendo que cada CSC possui associado um código seqüencial de identificação (cIdToken) de 6 dígitos para facilitar a identificação do respectivo CSC e validação do QR Code pelo Fisco quando da realização da consulta pelo consumidor. O código de identificação (cIdToken) do CSC será um sequencial numérico crescente por empresa (CNPJ base 8 dígitos) no Estado. No banco de dados do Fisco do Estado ficarão armazenados os seguintes dados: CNPJ base da empresa, código de identificação do CSC (cIdToken), CSC, data de ativação do CSC e eventual data de revogação do CSC.

O código do CSC será diferente para uso em ambiente de homologação e produção.

Solução:

Para as empresas que possuem integração com o Invoicy via Web Service, deverão informar o código de identificação do CSC (cIdToken) e o código CSC na configuração da empresa para que o Invoicy possa enviar essa informação a Sefaz do seu estado. Essa parametrização se encontra no Painel de Controle – NFCe – Configurações para Emissão conforme imagem a seguir:



Já para as empresas emissoras que integram via DLL Daruma, essa informação deverá ser informada na própria DLL, que em seguida irá preencher este campo automaticamente.


 

Entre em contato conosco

soporte@migrate.com.uy
http://assets2.desk.com/
false
desk
Carregando
segundos atrás
um minuto atrás
minutos atrás
uma hora atrás
horas atrás
um dia atrás
dias atrás
sobre
false
Foram encontrados caracteres inválidos
/customer/pt_br/portal/articles/autocomplete